Pegasus

Fazenda Monte Olimpo

Pegasus

POSEIDON ou NETUNO
Deus dos Mares e dos Terremotos.
O protetor dos cruzeiros marítimos.

Foi uma das divindades mais poderosas e adoradas. Filho de Cronus e Rhea e marido de Amphitrite. É representado segurando um tridente, dado por seu irmão Zeus juntamente com o domínio marinho. Amou muitas mortais, tendo assim vários filhos. A dona de seu coração, porém, eternizou-se Amphitrite, resultando no nascimento de Triton. Costumava correr veloz por entre as ondas sem que elas o molhassem, sempre na companhia de golfinhos. Tinha um palácio no fundo do mar de onde governava tudo com um simples movimento de seu tridente, criando tormentas e ondas. Foi Poseidon que deu os eqüinos para os homens, sendo considerado o domador dos cavalos de corrida. Apesar disso, era considerado traiçoeiro, pois os gregos não confiavam nos caprichos do mar. Depois que Pandora soltou os males de destruição à humanidade, a vida era feita de guerra e destruição. Zeus para purificar a humanidade, mandou que construíssem uma barca e que colocassem uma fêmea e um macho de cada espécie. Assim, Zeus convocou Possiedon para causar um grande dilúvio, exterminando a criação do mundo que se tornara cruel. Era muito louvado pelos gregos. Para eles, se uma pessoa que morresse não tivesse seu corpo enterrado, sua alma vagaria eternamente. Como as embarcações eram muito precárias, os acidentes marítimos eram freqüentes e, conseqüentemente, os mortos desses acidentes não eram sepultados. Por isso, a proteção de Poseidon era fortemente evocada, principalmente antes das viagens marítimas.